Chá das 17h

Ingrid Machado

Ingrid Machado: Atrizteza, só que não. ingridmachadu@hotmail.com

domingo, 30 de dezembro de 2012

Quadro 2



A beleza me custou algumas horas de ar do cano de escape.

Quadro 1



Eu aceito, um homem cheio de defeitos, uma casa desorganizada, uma família desestruturada. Aceito o sujeira do cachorro, o chefe que mete a mão na minha bunda, os preços dos sapatos. Eu aceito o outro... E paramos por aí.


No surprises.

EXTRA! EXTRA!
Desejo repreendido mata. A si.

Melancia

Segundo Freud, a melancolia se assemelhava ao processo do luto, mas sem haver necessariamente uma perda (senão uma perda narcisista). Pessoas com sintomas de melancolia falam de si próprias como "inúteis", "incapazes de amar", "incapazes de fazer algo bem, ou de bom para os outros", como "irritantes", com "hábitos chatos".

Tio Wiki.

Love Me Tender

Ser é questão de respirar. Eu respiro e compartilho deste ar com o nada, com a planta artificial, com gente que vai e não volta. Meu ar. Aprisiono e expulso. Pássaro fora da gaiola não tem dono. Take my breath away. Foi ele. Ladrão. O problema somos nozes. O que é meu ninguém tasca, o que me pertence tem que ter permissão para ser de alguém. Foda-se o outro. Dane-se. Eu. E u kiko? Não te carece a minha melancolia? Meu tom agudo de acolhimento? Não te comove? Por que? Estou tão só e queria amar. Respira. Pirada? Sim, você quis dizer isso. A culpa é sua se não te correspondo com cartas, a culpa é sua se vai a paciência e vem essa sua imagem de menino bobinho com o sorvete derretendo. O cú para o romantismo. Meu cú pra você. Não, não é de comer. Se estou assado, a culpa é sua. Porque se você não fosse o culpado não estaria indo... Você tem culpa no cartório.

The Artist Is Present.

Ontem assisti ao filme da dona Marina Abramovic - The Artist Is Present. Chorei, chorei, chorei.

 

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Waste my time.

Não trocaria um segundo do que vivo hoje por algum beijo de um minuto.

Jezebel.

As palavras bonitas deveriam ser como quadros, mas elas preferem ser melodias. Eu prefiro a secura das letras a ter que aturar zumbido de bicho no pé do ouvido.

Una convida e nós vamos!



Enfyerma chegou e já vai ser publicada!
Agradeço demais pela UNA Revista (impressa e eletrônica). 
A oportunidade de expor o meu trabalho com fotoperformance em um projeto tão bem elaborado me gratifica muito!

Dia 27/12 às 19h no Bar Central o lançamento da UNA Revista AZUL!

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

:)

Um sorriso de cabeça pra baixo.

Forever Young.

Eu gosto do que me toca. Uma música que me toca vira canção de ninar. Uma paisagem que me toca vira a minha terra. Uma fotografia que me toca vira quadro. Uma novela que me toca vira fanatismo. Uma atitude que me toca vira outra. Um copo que me toca vira a cachaça. Uma pessoa que me toca vira amigo. Um coração que me toca viraria para sempre, se o sempre não fosse enfadonho.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Meeeentes tão bem, que pareci verdaAaAde..

Se quiser mentir, minta.
Minta me dizendo que pegou dois reais na minha bolsa quando na verdade você pegou cinquenta e cinco.
Minta com sorrisos que gosta dos meus amigos.
Minta com urgência e depois peça desculpas. Porque eu não se você sabe, mas eu irei descobrir.
Minta que debaixo da cama tem barata ou que a minha maquiagem está torta.
Minta, desaforadamente, que sua família não quer me conhecer, quando na verdade eles estão há meia hora da minha casa.
Minta que está bem feliz assistindo a um filme de "arte".
Minta, sem muito jeito, que adorou o presente que te dei e que felizmente ele ficou perfeito no seu quarto, atrás do armário.
Minta com os olhos dizendo que adora os meus defeitos, que fico bem de qualquer jeito e que são os meus olhos remelados que você quer ver todos os dias ao acordar.
Minta que dirijo bem, mesmo sem nunca ter dirigido.
Minta com o nariz, e deixe claro que o teu nome ficará muito bem encaixado ao meu.
Minta para explicar que eu falo menos que você.
Minta direito, ao declarar que estou linda, mesmo inchada na TPM.
Minta que sou ótima com cálculos matemáticos, quando ainda fico confusa com o dois + dois.
Minta sempre quando der e puder.
Só não minta ao dizer que vai vir me ver e não vem. Mentindo desse jeito, eu minto a sua existência em min.

Como cú.

Saudade eu como cru, porque acaba mais rápido.

domingo, 16 de dezembro de 2012

Bamos Bailar!!!


Dizem que a primeira impressão é a que fica... Ainda bem que a minha cabeça é tão dura quanto uma pedra e me lancei a ir mais uma vez naquele espaço que tanto me afetou e que tanto afeta. Junto com os Ciganos de Luz fizemos um trabalho belíssimo levando amor e alegria para o Hospital Ulysses Pernambucano ou  Tamarineira, ou lugar de gente doida. Esta última referencia já não existe em meu vocabulário, depois de ver um sorriso vazio de dentes e cheio de gosto, ter uma relação com blablação, saber que estou protegida pelo afeto do senhor X. e as frases de seu corpo: Talita e Ta... Sentir uma senhora cadeirante me agradecer com um beijo em minha mão direita, sorrir junto as suas palavras tão sem peso e ainda lá dentro de seus olhos perdidos me ver... Mandar beijo. Tentar fugir com gemidos e desmaios de refugio, os braços arranhados com feridas e pus, aquele xauzinho que ficou com lagrimas em um dos olhos da moça de verde. Ahhhhh, a pessoa pé de manga. E tantos outros tão especiais, tão abandonados e tão artísticos. Me sinto radiante e muito agradecida por este momento singelo e contagiante. 

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

domingo, 9 de dezembro de 2012

De bico.

Um braço. Pega no taco. Prende o taco. Coloca o taco no meio das pernas. Pensa. Espera. Pega o taco. Força no taco. Põe o taco na mesa. Roda as bolas. Uma bola dentro do saco. Amacia a ponta do talco. Dá um jeito no taco. Esfrega o taco nos dedos. Choca duas bolas. E nasce uma galinha.

So easy.

FODA a SE

domingo, 2 de dezembro de 2012

Minha pequena

Sabe Papaizinho, eu não faço questão de gostar de ninguém sabe, também não faço questão que gostem de mim, não faço questão em ser simpática, distribuir sorrisos... Sou daquele tipo "bicho do mato", que gosta de ficar afastada olhando. Não faço questão mesmo. Mas olha, caso isso não esteja em teus planos, deixa eu te pedir só uma coisinha? Caso o Senhor queira mandar alguém, me manda coisa, não qualquer. Obrigada e Amém.